História

Nascido em São Paulo, Elson Francisco Di Célio filho de um exímio funileiro, Sr. Francisco e de uma peculiar dona de casa, Srª Dercy, começou sua vida profissional aos 12 anos vendendo frutas na mais famosa feira de São Paulo.

Aos 18 anos cursou técnico em administração de empresas. Ninguém sabia, mas nascia ali um grande empreendedor brasileiro.

Jovem ávido, adquiriu experiência como estagiário de bancos, trabalhou em empresas de Recursos Humanos e cobranças, contudo revelou grande talento para área de vendas.

Pouco depois, montou sua primeira empresa junto a dois sócios, no auge desta, foi vítima de um grande saque e perdeu tudo, rompeu com a sociedade e assumiu significativa dívida de U$ 80.000,00. Entre os reclamantes, bancos, fornecedores e funcionários.

Sua determinação descomunal fez com que pagasse toda sua dívida e recomeçasse ainda que modestamente no porão da casa de seus pais.

A Família Di Célio, exemplo de união, ofereceu ao jovem Elson todo amparo necessário para esta nova fase, quando menos esperavam estavam todos envolvidos no projeto de fabricação de pastas de formulários contínuos e na revenda de ponteiras de pastas suspensas.

O ímpeto de Elson fez com que as vendas aumentassem, revendiam para diversas indústrias de pastas dentre elas, não por coincidência, a Dello.

Neste momento entrou em cena uma peça fundamental desta história de superação e sucesso, Sr. Leon Feuerstein, renomado empresário da década de 80. O mesmo notou características singulares no jovem Di Célio, como determinação e paixão pelo trabalho. Sem sucessores para administrar e dar continuidade a história da Dello, Sr. Leon em comum acordo com seu sócio, propôs à Elson a compra da empresa.

Elson respondeu titubeando que não tinha dinheiro, mas Sr. Leon e sócio não pensavam em retorno financeiro imediato, pois de fato havia se encantado com aquele jovem distinto.

Assim foi a inusitada compra da Dello, Elson Francisco Di Célio comprou a empresa sem ter dinheiro e em pouco tempo a pagou com sua produção.

É proprietário da mesma há 16 anos e fez dela uma das 200 empresas que mais crescem do Brasil, segundo a revista Exame de 2010.

Juntamente a sua equipe, vislumbra e almeja um enorme crescimento para os anos seguintes e constrói a cada dia a bela história da Dello.

  • timeline1995

    Elson Francisco Di Célio assumi a gestão da empresa que ocupava uma área de 500 m², 30 funcionários e fabricava apenas pastas de formulário contínuo, visor etiqueta e grampo.

  • Imagem 081

    Em 1999, com uma expansão cada vez mais sólida, a Dello mudou para um galpão alugado de 1200 m².

  • extrema-mg-mina-gerais-hotel-turismo-brasil-viagem1

    Em 2001, atraído pela política de impostos de Minas Gerais, Elson transferiu a empresa para uma sede própria em Extrema de 3500 m².

  • Imagem 031

    A Dello totaliza o número de 25 injetoras e inaugura seu novo pátio industrial, produzindo não só pastas mas uma linha diversa de injetados.

  • entre-as-250-melhores

    A empresa contava com 10.000 m² de área construída, 330 colaboradores, mais de 40 representantes em todo o Brasil foi reconhecida pela revista PME Exame como uma das 250 pequenas e médias empresas que mais crescem no país.

  • DSC02861

    Hoje, a empresa conta com mais de 500 colaboradores, 55 representantes em todo o Brasil, mais de 2000 itens nas seguintes divisões: Fabricação de pastas em cartão, pastas em plástico (PP ), injeção plástica, laminação e importação de produtos inovadores e uma área de 140.000 m² que receberão futuras instalações, resultado de uma expansão sólida e de uma gestão que acredita e valoriza o papel importante de cada indivíduo na organização!